terça-feira, 24 de março de 2015

Correção da tarefa de Física- 8º ano A / TEMA: A AÇÃO HUMANA E OS DESEQUILÍBRIOS AMBIENTAIS


PARTE 1

Tarefa dada em 10/03/15.


ü Redução do solo fértil

 Vamos considerar o desmatamento da Floresta Amazônica. A atuação de decompositores sobre resíduos(que na maioria são restos de plantas) deixa no solo nutrientes necessários às plantas. Com o desmatamento, várias plantas deixarão de existir, pois os decompositores deixarão de obter alimentos, visto que não haverá resíduos para utilizarem em sua nutrição, e morrerão. Sem nutrientes no solo e sem decompositores, a mata das regiões vizinhas não se expande em direção ao terreno devastado, pois este perdeu sua fertilidade. Ainda que o homem introduza novas plantas neste local, pode ser que não haja nutrientes em quantidade suficiente no solo para que estas se desenvolvam.
Na maioria das vezes, o homem derruba uma floresta para transformá-la em campo agrícola. É o que ocorre na maioria dos campos agrícolas existentes, que manejados de forma inadequada, sofrem erosão e perdem a fertilidade.


ü Introdução de uma espécie onde ela não existe.

Este caso de intervenção do homem no ambiente pode ser problemático, pois as espécies introduzidas em um ecossistema de forma intencional ou acidental oferecem riscos a esse ecossistema, passando a ser consideradas espécies invasoras.
Podemos citar como exemplo de espécie invasora, o Javali, nativo da Ásia, Europa e norte da África. Estes foram trazidos para o Brasil por criadores, alguns escaparam e no ambiente natural transformaram-se em praga, pois além de devastar plantações, compete com outros animais pode até atacar pessoas.
Outro exemplo aconteceu na Austrália, quando colonizadores ingleses resolveram levar para lá alguns casais de uma espécie conhecida como lebre europeia. Como na Austrália, não havia carnívoros suficientes ágeis e rápidos suficientes para caçar essas lebres, em pouco tempo a população desses animais aumentou assustadoramente e eles passaram a devorar a vegetação nativa e a invadir plantações, devastando-as.

       ü Substituição da vegetação nativa:

Pode ser observada em locais do Brasil onde a vegetação do cerrado foi substituída por plantações de eucaliptos destinadas à produção de madeiras e papel. Embora as formigas saúvas continuem encontrando condições favoráveis para o seu desenvolvimento, os tamanduás (seus predadores naturais) e algumas espécies de aves não conseguem sobreviver nos eucaliptais, morrendo ou fugido para outras regiões onde há vegetação do cerrado. Sem predadores, o resultado é a multiplicação de saúvas, que se transformam em pragas.

 

Correção da tarefa de Física - 8º ano A / TEMA: A AÇÃO HUMANA E OS DESEQUILIBRIOS AMBIENTAIS


PARTE 2

Tarefa dada em 17/03/15.

Outros exemplos  da ação humana no ambiente que se mostraram desastrosas.

·        a destruição dos manguezais em vários pontos do litoral vem interferindo na procriação de várias espécies marinhas;

·        a derrubada da Mata Atlântica, reduzida a menos de 10% do que existia em 1500 vem alterando o regime de chuvas em vários pontos do litoral, o que já provocou a extinção de inúmeras espécies;

·        o despejo de esgotos e de resíduos industriais em rios provoca a mortalidade de grandes quantidades de peixes.